Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Indecisa do Costume

20.04.18

Acredita em ti ...


A Indecisa do Costume

Um dia todas as dores serão menores, todas as lágrimas estarão secas, e muitas terão regado sementes de recomeço. Um dia as coisas vão encaixar, descobrimos os motivos que levaram a vida a mudar, a testar-nos, a nos fazer dobrar e quase quebrar. Um dia tu vais ter as respostas que o teu coração procura tanto.

Um dia a conta vai estar recheada, o frigorifico cheio, tu vais ter a profissão que sonhas, vais ser feliz num trabalho que nem parecerá trabalho para ti. Um dia tu vais ter a tua casa, a tua vida, os teus problemas, o teu mundo, serás capitão do seu próprio oceano. Serás, acima de qualquer outra coisa, independente e livre.

Um dia o amor vai te encontrar, acredito que quando tu estiveres mais distraído e relaxado, é aquela história tão batida de cuidar do jardim que a borboleta vem. Não é clichê. E tu vais lutar pelo amor e o amor vai lutar por ti, será tão bom saber que tem alguém se esforça. O amor é foda, e finalmente tu sabes disso.

E aí, num domingo qualquer, vais sentar na varanda, observar a bela vista da tua nova casa, vais beber um batido gelado e rir. Vais rir, um riso de alívio, um riso de realização e, principalmente, um riso de gratidão: valeu a pena ter aguentado tudo, valeu a pena ter ficado firme. A dor passou, o aperto no peito passou, as dúvidas diminuíram, os dias ruins ficaram cada dia mais escassos. E tu conseguiste.

 

Resultado de imagem para mar