Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Indecisa do Costume

28.01.20

...


A Indecisa do Costume

Em cinco anos vivíamos a nossa pior crise! Aquele momento em que vocês olham um para o outro e sabem que é tudo ou nada.

Eu, olhava para os outros da minha idade e via os na boa, saindo, curtindo, sem responsabilidades, sem dar satisfação a ninguém!
Enquanto eu, todas as semanas tinha uma chatice para resolver... Por isso decidi terminar!
Fui buscá-la ao trabalho, levei-a pra jantar, e então disse tudo o que estava engasgado em mim, que não dava mais, que eu a amava muito para ser infeliz ao lado dela, ou vê-la infeliz ao meu lado... Ela chorou bastante, eu o dobro! Então ela pediu para segurar minha mão pela última vez! E assim fomos, enquanto eu conduzi-a as lágrimas caiam, molhavam os bancos... Eu não queria chegar a casa dela, e confesso que nessa altura já me tinha arrependido do que disse!

Mas quando eu pensei em dizer algo escutei um barulho enorme e tudo escureceu... Um carro tinha passado o sinal e bateu-nos em cheio! Lembro-me apenas que eu pedia para o bombeiro socorrer ela primeiro!

Acordei no hospital, com a notícia de que ela havia sofrido um trauma crânio encefálico... perdendo a memória! E mesmo sabendo que ela não se lembraria de mim, senti um alívio tão grande!

os anos passaram! E eu sempre ali, mostrava as nossas fotos, contava os nossos momentos!

Exatamente hoje completamos três anos de casados! Ela recuperou bem, e até hoje me atira a cara que queria só ver o que eu faria da vida se tivesse terminado com ela aquela dia... Da forma mais difícil, eu aprendi na pele a reconquistar quem amo, antes de desistir primeiro!

Porque quando o amor parte, nos apenas tentamos consertar, e não desistir...

amoooor.jpg