Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Indecisa do Costume

24.01.20

...


A Indecisa do Costume

Ter ansiedade é como viver numa ilha: o tempo todo procurando alguém pra me tirar de um lugar onde me sinto sozinha, sem ar, fraca e perdida. a ansiedade coloca-me neste lugar de impotência e quando aparece, mal consigo respirar, o meu corpo não entende como é fazer o trabalho básico de bombear oxigênio pro meu cérebro e por vezes meu raciocínio se perde na confusão de tentar sair dela.

Hoje acordei ansiosa. o coração acelerado, quente, um peso descomunal no corpo e uma sensação de abandono muito grande. Fiquei a perguntar se passaria a vida assim, discutindo comigo própria por um pouquinho de descanso. Às vezes quero ser mais leve, calma, tranquila, menos intensa. tem muito da minha intensidade na ansiedade. tem muito da minha mente agitada, dos meus pensamentos que não param, da minha atenção em tudo em todos: estou constantemente a sentir a adrenalina de ser sensível demais.

Carregar a ansiedade consigo é saber que em algum momento o coração vai sair pela boca. Que mesmo em movimentos cotidianos, como andar de metro ou esbarrar no ex na rua, o teu corpo pode começar a te sabotar e tudo, de repente, não fazer o menor sentido. e então você começa a transpirar, as mãos procurando alguma coisa em que se apoiar, os pés agitados querendo liberar a energia estranha de não saber o que fazer. A ansiedade me faz não entender absolutamente nada das minhas emoções. É como se as minhas emoções me atirassem contra a parede, apertassem o meu pescoço e só soltassem após muito esforço. E aí eu volto à tona, pra respirar.

Tem dias que eu consigo vencê-la, há dias que ela me vence, e nessas vou vendo que sou mais forte que ela. Sei que existem outras pessoas a sentir-se ilhadas como eu, ou mesmo sozinhas e abandonadas, mas também sei que quando nos encontramos, olhamos e nos ajudamos. Quando eu escrevo, eu encontro outras pessoas pra tirar da ilha e trazer de volta à realidade, e assim vamos juntos.

ansiedade.jpg

 

1 comentário

Comentar post