Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Indecisa do Costume

21.01.20

...


A Indecisa do Costume

Pode ser que o sexo diminua, que o beijo molhado antes de dormir se torne um selinho. Pode ser que no meio da noite eu não te acorde mais com aquele sexo oral, mas sim com um beijo na testa para proteger teu sono.

Pode ser que ganhe uns quilos e tenha falta de tempo para cuidar dos cabelos e façam com que eu os cortes. Pode ser tudo isso e eu sei que tu pensas nisso, que tens medo dessas novas linhas que chegam ao teu rosto e do quanto fica difícil manter o teu peso.

Mas amor, olha pra mim, eu também estou envelhecendo: E não é isso que procuramos? Alguém que transcenda o que apenas os olhos veem? Alguém que a cada manhã nos deixe seguros para irmos lá fora encarar a vida?

Estamos no auge do sentimento, os nossos toques causam arrepios, por vezes não consegues nem ver um filme até o fim. Bom, chegará o tempo em que provavelmente dormiremos no meio do filme, mas qual o mal disso? Não significa que perdemos o amor, mas sim que esse amor se transformou.

É isso que quero: Me transformar contigo, ao teu lado. Ter-te como testemunha de uma vida onde fiz por merecer o que conquistei. Quero olhar para ti e sentir que a minha parte mais valiosa, o meu maior investimento de vida fomos nós.

O futuro dá medo, eu também tenho, mas a cada dia tu me fazes perceber que o futuro é apenas um retrato do presente. Nós fazemos o nosso melhor pelo outro e um dia - sem perceber - olhamos para trás e vemos tudo o que de magnífico fizemos juntos.

Só depende de nós, amor. Que sempre lembremos isso:
- Só depende de nós. 

amor sfado.jpg